Thursday, February 08, 2007

Uma balada pra gente se entender melhor

Se eu não sei te entender é porque eu não me entendo
Tenho certezas tão incertas e não sei como me acertar
Entenda que eu não sou perfeito, tenho até muitos defeitos
Mas o que vale é acreditar que vamos todos melhorar

Você me vê de uma forma que eu considero equivocada
Mas tudo bem, é seu direito querer me ver tão errado
Você devia já saber que eu não sei te entender
Pra quê forçar um entendimento se, no fim, ninguém se entende?

Não sei se era mau humor ou se era falta de atenção
Mas tudo o que eu lhe dizia aos berros, ela me devolvia

Você gostava de ir pra casa lendo os nomes dos hotéis
Achava lindo o concreto se chamar -Palace Gold-
Não sei se a alegria fazia parte da nossa rotina
Mas eu ria tanto, tanto, tanto e você me imitava.

Você me dê de uma forma que eu considero equivocada
Mas tudo bem, é seu direito querer me ver tão errado
Você devia já saber que eu não sei te entender
Pra quê forçar um entendimento se, no fim, ninguém se entende?

Não sei se era mau humor ou era falta de atenção
Mas tudo o que eu lhe dizia aos berros, ela me devolvia

4 comments:

Jan-Felipe said...

gostei desse cara

Jan-Felipe said...

perdao, não confundas, gostei desse texto, cara

talita said...

só pra lembrar que, mesmo sem tempo, eu não esqueço de ler!

p.s.: guarde pelo menos uma bala de café. isso é uma ordem!

talita said...
This comment has been removed by the author.